Após licença de Jobs, resultados da Apple surpreendem (Será?)

Saiu agora no Folha Online algo que foi temido alguns posts atrás.

A Apple informou nesta quarta-feira um lucro trimestral que superou a estimativa dos analistas de Wall Street. A companhia divulgou previsões que agradaram investidores, o que fez com que suas ações subissem até 10%.

A empresa disse que seu lucro líquido no primeiro trimestre fiscal, encerrado em 31 de dezembro, subiu para US$ 1,61 bilhão (US$ 1,78 por ação), contra US$ 1,58 bilhão (US$ 1,76 por ação), um ano antes.

[…]

O resultado coroa um mês tumultuado para a empresa, que enfrenta preocupação crescente dos investidores sobre a queda no consumo e os planos de sucessão na empresa, depois que o executivo-chefe Steve Jobs tirou uma licença médica até junho.

Steve Jobs

Agora vamos a critica. Ninguém notou algo estranho? Algum acontecimento meio inexplicável no valor das ações? Ninguém?

 

Prestem atenção: “A Apple informou nesta quarta-feira um lucro trimestral que superou a estimativa dos analistas de Wall Street. A companhia divulgou previsões que agradaram investidores, o que fez com que suas ações subissem até 10%.”

Num post passado foi discutido a grande chance das ações da Apple desvalorizarem devido a suposta má condição de saúde de Steve Jobs. Não é estranho isso não ter acontecido? É! Porém, a Apple assumiu uma excelente estratégia para “driblar” o impacto que uma notícia dessas causaria em sua economia interna. Percebam como a informação e as notícias influenciam na economia. Não há dados e estatísticas que comprovem que a Apple superou a estimativa do trimeste, há somente os dados e as estatísticas que a Apple divulgou (que não necessariamente são reais). Isso se faz para acalmar os investidores e até mesmo ajudar a empresa a crescer, pois assim, quando a confiança é elevada, mais pessoas irão investir. É como se nós aqui do blog anunciássemos que as nossas visitas diárias são bem maiores do que na realidade, só para obter mais conceito e mais confiança daqueles que nos acompanham.

 
Isso não é uma critica a Apple (Para falar a verdade, admirei essa gingada que eles deram no mercado). Gosto só de mostrar como a mídia e a informação (que normalmente é equivocada) geram muito, muito, mas muuuuuuuito impacto na economia. Portanto, não acredite 100% naquilo que a imprensa diz. Muita coisa nela lhe induz a pensar o que eles querem. É legal dar uma filtrada na notícia e pensar o que ela quer passar para ti, que idéia eles querem lhe passar. O legal é tentar ver o que eles querem esconder.

 
Uma coisa é certa: se EU fosse investidor, não olharia TV nem leria jornais. 😛

 

Veja aqui o post passado caso você não tenha entendido