Gilberto Gil chora e se irrita com fãs durante show

“Eu poderia muito bem não estar fazendo isso, descansando minha voz, mas faço isso pelos novos e por você minha filha Bela, que está me assistindo pela Internet”, disse, encerrando a frase com os olhos cheios d’água e com a voz embargada.

 

Também contou a peripécia de sua outra filha, Preta Gil, que pagou US$ 500 para ver um show de Beyoncé em Nova York e, mais uma vez, exaltou as maravilhas da modernidade, ao dizer que, graças ao telefone celular da filha, pôde ver o show da americana com boa qualidade de imagem e som. “E ninguém proibiu de gravar.”

 

As declarações foram feitas durante o bis do show, momento em que alguns gritavam: “Pára de falar e canta!” Irritado, o ministro respondeu: “Já cantei bastante e agora eu tenho o direito de falar!”

 

A jornalista Sandra Annenberg, acompanhada de seu marido Ernesto Paglia, divertia-se com a cantor e dizia: “Fala que eu te escuto Gil!”

Falando em Internet, a apresentação iniciou exatamente com a música que Gil escrevera para o álbum Quanta, de 1997, Pela Internet. Ao fim do show, um remix da mesma canção embalava a saída do público, que pulou bastante ao som de Toda Menina, Nos Barracos da Cidade, Aquele Abraço e Andar Com Fé.

Na banda estava seu filho Ben Gil, que acompanhava o pai na execução de diversos sambas revisitados pelo compositor, como A Voz do Morro, de Zé Keti. Gil também cantou dois reggaes de Bob Marley (Is This Love e Could You Be Loved) e um seu: Vamos Fugir, que levantou a platéia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: